quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

VIDAS VAZIAS



Dia desses em uma aula de
"humanidades" com o professor Haroldo, discutíamos os "maiores problemas da humanidade" na atualidade. E assim muitos foram os exemplos dados pela turma, tipo: "Fome", "guerras", "desemprego", "poluição", etc.


Enfim o professor Haroldo nos interrompeu e disse algo mais ou menos assim:





"Gente, o 'maior problema da humanidade', não é 'Fome', 'guerras', 'desemprego', 'poluição'. O maior problema da humanidade é a 'SOLIDÃO'. As pessoas andam tão ocupadas, tão preocupadas com os afazeres do dia a dia que estão esquecendo de se relacionarem umas com as outras."





Aquilo me fez pensar bastante, acho que Haroldo tem toda razão, nos preocupamos tanto com as pequenas coisa, com as bobagens da vida que acabamos por esquecer as coisas que realmente importam. E foi pensando nas palavras de meu caro professor que escrevi esse texto:






VIDAS VAZIAS


Há tempo não se olham mais nos olhos
E não se diz mais "olá!"
E já não se falam
E já não se tocam
Vizinhos já não há
Amigos já não há
E não se conhecem mais
E não se aproximam mais
São todos estranhos!
E ergueram um "Muro de Berlin"
entre seus corpos e suas almas
E se prenderam em "Alcatraz"
E choram sem saber porquê
E sofrem sem saber porquê
E vivem sem saber porquê
E morrem, sem saber porquê...
Sufocados em pura solidão!




(Carlos Rocha)

Um comentário: